top of page
  • Foto do escritorAffetic

Como promover uma paternidade ativa nas empresas



Ao mesmo tempo em que, nos dias de hoje, as mulheres são mais ativas profissionalmente e mais independentes em tudo, o homem aparece em uma versão atualizada, executando tarefas às quais antes não dava muita importância. Automaticamente, a reconfiguração dos papeis da mulher e mãe na sociedade redesenhou as funções e responsabilidade do homem e pai.

Junto a esse movimento, muitas empresas passaram a se voltar mais às necessidades pessoais dos colaboradores, o que gera ainda mais produtividade. Partindo daí, muitos programas foram criados como apoio a mães e futuras mães, pais e futuros pais. E é aí que entra a importância da Affetic Baby: um benefício para colaboradores – pais e mães – de primeira viagem ou não. Uma maneira de levar afeto às famílias que compõem uma organização.

Um dos nossos propósitos é promover, nas empresas, uma paternidade mais ativa. Para isso, entregamos conteúdo de especialistas renomados, com vistas a tornar clara a importância da participação do pai para uma infância saudável e uma configuração familiar equilibrada.

Mas como incentivar, aí na sua empresa, a paternidade ativa? Trouxemos algumas dicas:

  • Licença paternidade estendida Além do período de 5 (cinco) dias que é estipulado pela legislação trabalhista brasileira, muitas empresas estendem o período da licença paternidade conforme suas possibilidades, podendo variar esse tempo entre 20 dias a doze semanas, oferecendo maior proximidade do pai com a mãe e o bebê recém chegado.

  • Regime home office O trabalho remoto é uma alternativa pata que esse homem participe melhor dos cuidados com os filhos. Esse regime pode ser total ou parcial. Redução da jornada de trabalho pós licença Pode-se reduzir, nos dois primeiros meses após a licença-paternidade, em até 20 horas semanais a carga horária dos pais.

  • Flexibilidade no horário de trabalho – Muitas empresas implantam o horário de trabalho flexível, oferecendo ao colaborador, a possibilidade de escolher seus horários de entrada e/ou saída.

  • Horas compensadas Dar ao colaborador a possibilidade de entrada e saída em horários alternativos com a opção de compensá-las em determinado prazo é de muita valia para ajudar nos primeiros meses do bebê na família.

É comprovado em pesquisas que as organizações que oferecem uma ou mais opções dessas aumenta em até 80% o nível motivacional e de engajamento de seus funcionários.

Não é tarde para promover reciprocidade e bem-estar a quem mais importa: sua equipe. Pense nisso!


35 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page