top of page

Os saltos de desenvolvimento do bebê

Atualizado: 1 de jul. de 2023

Você já ouviu falar sobre saltos de desenvolvimento do bebê? Pois saiba que essa é uma linguagem que será comumente utilizada quando você, papai e mamãe, estiver com seu filhote no colo. São dez os saltos de desenvolvimento mental e eles devem ser contados a partir da 40° semana de gestação, ou seja, da data prevista do parto, independente do bebê ter nascido antes ou depois do esperado. Isso porque o tempo de formação da mente está vinculado à idade desde a concepção.

Os saltos são grandes períodos vividos pelos bebês que, desde cedo, já começam a adquirir novas habilidades neurológicas.

Normalmente, começam a acontecer quando as crianças se veem em um “mundo novo” de possibilidades, percebendo coisas que antes não eram capazes de perceber.

Ou seja, de repente, algo muda na vida deles e, com essas mudanças, na maioria das vezes, já podem apresentar comportamentos bem desafiadores.


Entre as manifestações diferentes estão a irritabilidade, o choro sem motivo aparente de fome, o sono ou necessidade de trocar a fralda, demandam mais colo, querem ficar mais próximos da mãe exigindo contato físico, mamam com uma frequência maior. Além disso, algumas apresentam dificuldades para dormir. Todos esses comportamentos podem durar alguns dias e até mesmo semanas, dependendo de cada salto. O importante é lembrar que cada criança é única e vai sentir e vivenciar essas experiências e fases do seu jeito.


Durante cada salto, uma série de novas habilidades estarão disponíveis para o seu bebê e cada um vai escolher as que deseja desenvolver primeiro. Confira, a seguir, como cada salto acontece:

1° Salto - O mundo das mudanças e sensações

Neste salto, o bebê começa a perceber mais o que se passa dentro dele e as sensações ao seu redor, como o movimento do seu intestino, já consegue sentir seu coração e sua respiração. Consegue enxergar além de 20 cm e 30cm e pode ficar mais tempo em alerta, observando tudo ao seu redor, expressando, inclusive, quando gosta ou não de algo.


2° Salto – O mundo dos padrões

O bebê começa a perceber os padrões de movimentos do seu próprio corpo e o que acontece ao seu redor. Gosta de observar os bibelôs que os pais costumam colocar no berço, os objetos coloridos, como os tapetinhos de atividades.


3° Salto – O mundo das transições suaves

Neste salto, o bebê nota um mundo mais organizado ao seu redor. Ele percebe os movimentos sequenciais para alcançar um objetivo, percebe transições suaves, como um tom de voz mais baixo e um mais alto, um ambiente quando está claro ou escuro.


4° Salto – O mundo dos eventos

O bebê enxerga o mundo de uma forma muito mais parecida com o que os adultos enxergam. Tudo começa a fazer mais sentido e,

agora, além das transições suaves que ele começou a perceber com o salto anterior, passa a prever as consequências de um movimento e, de tanto observar, já previne os próximos eventos. Já sabe, por exemplo, que se ele rolar uma bola ela pode correr e chegar até algum objeto. Os eventos, nesse salto, significam uma sequência curta e familiar de transições.


5° Salto – O mundo das relações

A criança começa a perceber a distância entre as coisas, notar que seus pais podem ficar distantes dele. O bebê aprende que uma coisa está longe, outra está perto, dentro, sobre, atrás, ou seja, percebe a relação entre as pessoas e os objetos, incluindo a distância. E, de repente, o mundo do bebê fica muito grande.


6° Salto – O mundo das categorias

O bebê passa a entender as diferenças entre os brinquedos e animais. Vai observar, comparar e classificar as coisas de acordo com sua categoria. Por exemplo, ele entende que as pessoas pertencem a um grupo, animais e objetos a outro, e assim vai entendendo o que faz parte do que.


7° Salto – O mundo das sequências

A criança começa a entender que existe uma ordem para as coisas serem feitas e que, para uma ação acontecer, é necessária uma sequência de atividades. Um exemplo é que ele passa a compreender que para se lavar um copo é necessário ligar a torneira, pegar o sabão, a bucha, esfregar e daí o copo estará limpo. O bebê observa as ações com mais atenção, notando as sequências de atividades envolvidas.


8° Salto – O mundo dos programas

O bebê passa a entender as muitas possibilidades para se alcançar um determinado objetivo. Como ele já passou pelos saltos da sequência, consegue, por exemplo, usar um brinquedo para subir em cima e pegar algo no alto. Ele passa a compreender os programas da vida cotidiana e começa a usar sua criatividade.


9° Salto – O mundo dos princípios

O bebê irá aprender como a mãe, o pai e os avós reagem a cada atitude dele e começa a saber como conseguir o que ele quer de cada pessoa. Nesse salto ele começa a dominar os programas de forma natural e cria várias maneiras de fazê-los. É quando os pais percebem que o filhote está deixando de ser um bebezinho, tornando-se uma criança muito mais esperta e ativa.


10° Salto – O mundo dos sistemas

Neste último salto, a criança começa a entender e desenvolver a noção do eu. Passa a usar termos como eu, você, e entende que o pai e a mãe são pessoas distintas e que ela faz parte de uma família e que é diferente da família do amiguinho. A criança começa a desenvolver o início de uma consciência.

Confira no quadro a seguir como acompanhar o período aproximado de cada salto do seu bebê:



E não se esqueça de que cada bebê é único e cada um vai sentir e passar por essa fase do seu jeito.


113 visualizações5 comentários

5 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Amanda Silva
Amanda Silva
Jun 07, 2023

Passando pelo 3•

Like


Drielly Santos
Drielly Santos
Feb 14, 2023

Muito interessante, adorei!!!

Like

Unknown member
Oct 28, 2022

Oi

Like

Unknown member
Feb 20, 2022

Interesante

Like
bottom of page